Translate

O que procura?

Adwords 1

Últimas Notícias

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Congresso Nacional aprova Declaração sobre a Síria proposta pela ANAJURE

Uma declaração proposta pela ANAJURE – (Associação Nacional de Juristas Evangélicos) - sobre a tragédia humanitária que acontece atualmente na Síria, ganhou voz na Câmara dos Deputados no dia 08 de maio, por meio de um requerimento solicitando ‘Moção de Apoio à Declaração de Istambul’. O requerimento foi aprovado pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados.
A ‘Moção de apoio a Declaração de Istambul’ foi elaborada pelo Deputado Federal Roberto Lucena (PV-SP), que afirmou já ter enviado a aprovação para o embaixador da Síria no Brasil, Mohamad Kheir Daghistani, como também, ao embaixador das Nações Unidas no Brasil, Luiz Alberto Figueiredo Machado, e à Presidente Dilma Roussef. 

Segundo o deputado, o que chamou a atenção para esta causa foi a situação inadmissível que os cristãos e outras minorias, tem enfrentado na Síria, sob o ponto de vista dos direitos humanos. “Esse requerimento foi um instrumento de apoio irrestrito à ‘Declaração de Istambul’ apresentado no Congresso Nacional Brasileiro, a fim de sensibilizar as autoridades políticas e religiosas de todo o mundo, para que todos, sobre tudo a igreja evangélica brasileira, trabalhem em favor de uma solução rápida e pacífica para esta crise”.
Roberto de Lucena também explicou que as autoridades devem respeitar os direitos humanos, o direito de expressão e a liberdade como o bem maior. “Qualquer tipo de perseguição, religiosa ou não, é inaceitável. Não podemos ficar de braços cruzados, pois como o Brasil possui relações comerciais e acordos diplomáticos com a Síria, deve sim, trazer a debate, esta situação que vem massacrando nossos irmãos na Síria. Como deputado e cristão estamos fazendo a nossa parte”, completou Lucena.

Como e quando foi lançada a declaração?
A Declaração de Istambul foi lançada mundialmente, no dia 15 de abril, pela Religious Liberty Partnership (RLP) e as organizações ligadas à ela, como é o caso da ANAJURE, com objetivo de pedir ao Embaixador Especial das Nações Unidas atenção especial às minorias étnicas e religiosas vulneráveis na Síria. Na oportunidade também fizeram convocação para um dia designado à oração por aquele país.
A iniciativa de escrever a Declaração de Istambul partiu da sensibilização dos cristãos e juristas de todo o mundo da triste realidade enfrentada por cristãos e outras minorias que se viram obrigados a deixar seu local de origem, como forma de fugir da perseguição. As organizações envolvidas ligadas à RLP lutam para uma solução pacífica para a atual crise que assola a Síria, incluindo a reconciliação entre várias comunidades étnicas e religiosas, além do reforço na assistência e bem-estar das populações atualmente excluídas pelas autoridades em seus países de origem. (Leia mais aqui)

Sobre a Declaração de Istambul
A declaração foi elaborada na Consulta anual da RLP, que aconteceu em Istambul no fim de março deste ano. A Religious Liberty  Partnership se comprometeu a trabalhar para chegar a uma solução pacífica para a atual crise, inclusive advogando em nome daqueles que tiverem seus direitos violados.
Religious Liberty Partnership (RLP) é um esforço colaborativo das principais organizações cristãs mundiais focado na liberdade religiosa. A RLP procura de forma efetiva colaborar na defesa, assistência e na  maior conscientização sobre questões de liberdade religiosa de forma global.
Como membros da Religious Liberty Partnership, estivemos reunidos em Istambul na Turquia e apoiamos o apelo de nossos irmãos e irmãs sírios à igreja mundial para orar pela nação e pela igreja Síria em meio à atual crise. Nós especificamente convocamos as denominações Cristãs e organizações mundiais à levar este apelo aos seus membros, em reconhecimento de que nós somos um corpo unido em Cristo”, informa a declaração.
O êxodo de Cristãos e outras minorias étnicas e religiosas da Síria, bem como os ataques e destruição de locais religiosos de todas as religiões” é uma das preocupações listadas no documento. Soma-se a isso a falta de respeito aos direitos humanos, segurança e bem-estar também integram a lista de pontos de atenção desse país castigado por uma longa e sangrenta guerra civil.
O conteúdo completo da’ Declaração de Istambul’ pode ser visto neste link.

Nenhum comentário: