Translate

O que procura?

Adwords 1

Últimas Notícias

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Imperialismo cultural: a agenda de direitos sexuais

É com grande alegria que disponibilizo para o público de língua portuguesa o vídeo “Imperialismo cultural: a agenda de direitos sexuais.” A versão em português deste importante documentário foi feita possível graças a Family Watch International, e mais especificamente à sua diretora, Sharon Slater, por terem graciosamente concedido a mim permissão para a tradução, legendação e divulgação do vídeo.
“Imperialismo cultural: a agenda de direitos sexuais” é um documentário muito forte que desmascara como as nações ocidentais que fazem doações estão agora usando sua assistência financeira como arma para forçar nações menores a sujeitar-se à radical agenda de direitos sexuais.
O filme “Imperialismo cultural: a agenda de direitos sexuais” foi criado em resposta a muitas queixas de representantes de países do terceiro mundo na ONU. Eles pediram que a organização Family Watch International (Observatório Internacional da Família) desmascarasse para o mundo o que o governo de Obama, junto com várias agências da ONU, está fazendo para seus países. A esperança desses representantes é que, ao se conscientizarem do problema, pessoas do mundo inteiro se levantarão e deterão o imperialismo cultural de Obama. Eles também querem exibir esse filme em seus próprios países para ajudar o povo a se conscientizar acerca desses abusos.
No filme, representantes africanos e caribenhos na ONU expressam suas opiniões de como eles estão sofrendo bullying do Ocidente para aceitar a prostituição legalizada e direitos homossexuais especiais em seus países, apesar da oposição da maioria esmagadora de seus povos. O filme mostra como a imposição de direitos sexuais está provocando erosão nos valores religiosos e culturais desses países e está destruindo suas famílias.
Durante o filme, você também acompanhará o relato de três irmãos que ficaram órfãos: Eles perderam seu irmão, pai e mãe por causa da AIDS. Essas crianças falaram na ONU contra a educação sexual imposta pelo Ocidente e denunciam que essa educação está sexualizando as crianças do mundo inteiro.
O filme também revela:
* Como os países ricos e a ONU, com o pretexto de impedir a AIDS, estão realmente propagando a AIDS por meio de sua abordagem de direitos sexuais.
* Como a propaganda de camisinhas tem sido um fracasso em sua alegada intenção de deter a propagação da AIDS.
* Como os Estados Unidos sob o governo de Obama estão exigindo que os países pobres implementem leis e políticas para avançar direitos lésbicos, gays, bissexuais e transgêneros, sob ameaça de lhes negar assistência.
* Como as crianças estão sendo sexualizadas por meio de abrangentes programas de educação sexual sustentados pelo governo de Obama e várias agências da ONU em cooperação com vários outros países ricos e a Federação Internacional de Planejamento Familiar.
O filme foi produzido pela organização americana Stand for Families Worldwide (Defesa Mundial à Família), que é uma coalizão de organizações no mundo inteiro que estão na linha de frente na guerra contra o imperialismo cultural e contra a agenda de direitos sexuais. A missão da coalizão é desmascarar o imperialismo cultural imposto pela ONU e pelos países ocidentais — principalmente pelos Estados Unidos — e impedi-los de impor sua destrutiva agenda de direitos sexuais nas famílias e crianças do mundo inteiro.
Stand for Families Worldwide foi lançada pela organização Family Watch International (Observatório Internacional da Família) em parceria com a Fundação da Herança Cultural Africana e com organizações pró-família nos Estados Unidos, Austrália, Espanha, América Latina e Caribe.
Stand for Families Worldwide trabalha para proteger as famílias em todos os lugares se opondo às influências, políticas e leis feitas contra elas.
A união faz a força. Por isso, desafio organizações pró-família do Brasil, Portugal e outros países de língua portuguesa para se unirem a essa importante coalizão para proteger as crianças e famílias do mundo inteiro.
Se sua organização gostaria de se unir a eles e ser colocada como parceira da coalizão Stand for Families Worldwide, por favor, envie um email em inglês para eles em standforfamilies@gmail.com
ASSISTA OS VÍDEOS AQUI:
Para assistir à versão trailer, siga este link: http://youtu.be/lHTVITx5k9k


Nenhum comentário: