Translate

O que procura?

Adwords 1

Últimas Notícias

segunda-feira, 17 de março de 2014

Qual o crime que o pastor Saeed Abedini cometeu?

Pastor Saeed Abedini
Um cristão perseguido
Ser pastor no Brasil, um país onde se tolera, pelo ao menos na Constituição Federal, o cristianismo e as liberdades fundamentais é relativamente fácil.Temos liberdade para pregar sobre Jesus nos rádios, jornais, televisões, nos terminais rodoviários, nas ruas e coletivos, porém, tal fato não é fácil para nosso irmão em Cristo Saeed Abedini e milhares cristãos da Igreja Perseguida que poucos conhecem.

Qual o crime que Saeed Abedini cometeu?O pastor está preso desde julho de 2012 no Irã por estar construindo um orfanato para crianças. As autoridades o acusam de “colocar em risco a segurança nacional” já que ele é cristão. O caso foi julgado e ele foi condenado a oito anos de prisão, informa o site Gospel Prime.


Veja só: o crime deste homem preso no Irã é simplismente ser cristão.Um cristão perseguido e espancado!Segundo Gospel Prime o pastor Saeed Abedini foi transferido da prisão Rajai Shahr para um hospital particular no Irã por conta de sua saúdeSaeed sofre de dores crônicas na região do estômago por conta dos espancamentos que ele tem sofrido na prisão"Mas as autoridades iranianas não aprovaram a cirurgia e ele foi preso novamente.

O Centro Americano de Leis e Justiça (ACLJ) que tem acompanhado o caso e divulgado a situação do pastor para o mundo diz que "nesta manhã, guardas iranianos atacaram violentamente o Pastor Saeed e um parente idoso que tinha sido autorizado a visita-lo no hospital. Pastor Saeed foi preso e algemado. Seu parente idoso foi maltratado e expulso do hospital, diz o texto da ACLJ que acredita que a transferência de Abedini para o hospital foi apenas para despistar a representante da União Europeia (UE), Catherine Ashton, que foi até o Irã para saber sobre o caso do pastor preso.

Para finalizar o Gospel Prime informa que por conta da divulgação dessa informação, milhares de pessoas usaram a internet para protestar contra o caso e no dia seguinte o pastor iraniano, que tem cidadania americana, voltou para o hospital, mas não foi operado. A ACLJ atualizou o caso em seu site oficial pedindo para que as pessoas continuem compartilhando sobre a situação do pastor.

E ai?Vamos ficar parados aqui usufruindo de nossa liberdade cristã ou vamos compartilhar esta notícia e protestar para o mundo ver?Orar vale, compartilhar e protestar também, afinal de contas qual o crime dele mesmo?

Com Informações

Gospel Prime

Da Redação

Portal Cristão News

Paulo César Cândido



Nenhum comentário: