Translate

O que procura?

Adwords 1

Últimas Notícias

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Deputado gay Jean Willis afirma que cristãos fundamentalistas são “contra a dignidade humana e o esporte predileto é perseguir homossexuais”

Acabei de ler no Gospel Mais:
O deputado Jean Willis declarou que o Brasil está para se tornar uma teocracia por iniciativa de projetos lançados pela bancada evangélica.Diz ainda que "não é segredo para ninguém que o esporte predileto dos fundamentalistas cristãos é, depois da perseguição aos homossexuais, a demonização das religiões concorrentes” e diz ainda mais que "o projeto do Deputado João Campos quer, na verdade, proporcionar privilégios às “igrejas cristãs”, e que a intenção é censurar os direitos à dignidade humana aos homossexuais". 
Veja o que diz matéria do Gospel mais e já dou minha opinião.

Por Tiago Chagas em 23 de novembro de 2011
Em um artigo publicado na revista Carta Capital, o deputado gay Jean Willis declarou que o Brasil está prestes a tornar-se uma “teocracia”, por iniciativa de projetos lançados pela bancada evangélica.
As principais críticas de Willis são direcionadas ao Deputado Federal João Campos (PSDB-GO), líder da bancada evangélica na Câmara dos Deputados.
No texto, Jean Willis classifica Campos como fundamentalista e afirma que o líder dos evangélicos associou “malandramente” seu projeto de permitir que “associações religiosas” possam indicar quais projetos são ou não constitucionais e perseguir homossexuais e outras religiões. “Não é segredo para ninguém que o esporte predileto dos fundamentalistas cristãos é, depois da perseguição aos homossexuais, a demonização das religiões concorrentes”, dispara o ativista dos direitos homossexuais.
Referindo-se à bancada evangélica na Câmara como “minoria religiosa” da sociedade, Willis acredita que o projeto fere a Constituição Federal de 1988, pois se aprovado, faria o Brasil deixar de ser um país laico: “A ‘PEC da Teocracia’ viola cláusula pétrea dos direitos e garantias individuais. Ou seja, de acordo com a literalidade da Constituição Federal, qualquer proposta de emenda constitucional que tenda a esse tipo de violação não pode sequer ser apreciada”.
Jean Willis ainda afirma que o projeto do Deputado João Campos quer, na verdade, proporcionar privilégios às “igrejas cristãs”, e que a intenção é censurar os direitos à dignidade humana aos homossexuais. “Na prática, caso seja aprovada, a “PEC da Teocracia” servirá para que fundamentalistas cristãos como João Campos e quejandos tenham mais um instrumento para abortar leis ou atos normativos que estendam a cidadania a homossexuais ou procurem preservar sua dignidade humana”, escreveu Willis.
Fonte: Gospel+
É muito engraçado os apologistas homossexuais e esse ai, Jean parece que não percebe suas palavras, pois da forma que ele emprega ele faz...ele faz?Sim, o PL 122 projeto de mordaça gay na sociedade é o que queridos?Será que o PL 122 não seria um esporte preferido (ainda não aprovado) dos gays para perseguir não só os cristãos, mas colocar na cadeia todos aqueles que discordam ou tecem qualquer opinião contrária ao homossexualismo ou a conduta homossexual etc?Não seria o PL 122 um projeto que privilegia os homossexuais em detrimento de todo o conjunto de uma sociedade, colocando na cadeia com censura, sem direito e dignidade humana aos que discordam de sua conduta e projetos?
Sem mais comentários.

Da redação Portal Cristão News
Paulo César Cândido

Nenhum comentário: